top of page
q do logo.png


A febre maculosa é transmitida pelo carrapato-estrela infectado por uma bactéria. Para transmitir a doença, ele precisa ficar ao menos quatro horas fixado na pessoa.



Febre maculosa brasileira é uma doença transmitida pelo carrapato-estrela ou micuim da espécie Amblyomma cajennense infectado pela bactéria Rickettsia rickettsii. Esse carrapato hematófago pode ser encontrado em animais de grande porte (bois cavalos etc.), cães, aves domésticas, roedores e, especialmente, na capivara, o maior de todos os reservatórios naturais.

Transmissão da febre maculosa


Para haver transmissão da doença, o carrapato infectado precisa ficar pelo menos quatro horas fixado na pele das pessoas. Os mais jovens e de menor tamanho são vetores mais perigosos, porque são mais difíceis de serem vistos.

Não existe transmissão da doença de uma pessoa para outra.




Sintomas da febre maculosa

Quando a bactéria cai na circulação causa vasculite, isto é, lesa a camada interna dos vasos (endotélio). Os primeiros sintomas aparecem de dois a 14 dias depois da picada. Na imensa maioria dos casos, sete dias depois.

A doença começa abruptamente com um conjunto de sintomas semelhantes aos de outras infecções:



Febre alta;

Dor no corpo;

Inapetência;

Desânimo.



Depois, aparecem pequenas manchas avermelhadas, as máculas, que crescem e tornam-se salientes, constituindo as maculopápulas.

Essas lesões podem apresentar o componente petequial (petéquia é uma pintinha hemorrágica parecida com uma picada de pulga) e, às vezes, ocorrem pequenos sangramentos abaixo da pele no local das maculopápulas petequiais.

A erupção cutânea é generalizada e manifesta-se também na palma das mãos e na planta dos pés, o que em geral não acontece nas outras doenças exantemáticas (sarampo, rubéola, denguehemorrágica, por exemplo).



Recomendações

Evite o contato com carrapatos. Se, por acaso, estiver numa área em que eles possam existir, tome as seguintes precauções:

  • Examine seu corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos, porque o carrapato-estrela transmite a bactéria responsável pela doença só depois de pelo menos quatro horas grudado na pele;

  • Use roupas claras porque facilitam enxergar melhor os carrapatos;

  • Coloque a barra das calças dentro das meias e calce botas de cano mais alto nas áreas que possam estar infestadas por carrapatos;

  • Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado em sua pele;

  • Não se esqueça de que os sintomas iniciais da febre maculosa são semelhantes aos de outras infecções e requerem assistência médica imediata. Esteja atento ao aparecimento dos sintomas comuns a vários tipos de infecção e procure um médico para diagnóstico diferencial.

Pensando no Bem Estar da População e na Proteção dos Seus Pets o QFofura PetShop

Lança uma campanha.




Escolhemos o Melhor do Mercado.



Por que Bravecto é seguro?


No mundo todo, mais de 130 milhões de doses de Bravecto já foram comercializadas em mais de 85 países, isso porque é um produto seguro.


Mas afinal, de onde vem toda essa segurança?

Bravecto pode ser indicado para todas as raças, inclusive para a raça Collie (sensível a muitos medicamentos), é seguro para cadelas gestantes e lactantes, pode ser administrado com outros medicamentos (antibióticos, anti-inflamatórios, vermífugos e suplementos), não sobrecarrega o fígado e não prejudica os rins, porque praticamente todo produto é eliminado de forma inalterada pelas fezes.


Bravecto é um insecida e acaricida sistêmico com longa duração de ação que promove eficácia imediata e persistente por 12 semanas contra carrapatos (formas adultas e jovens de Ixodes ricinus, Ixodes hexagonus, Ixodes scapularis, Ixodes holocyclus, Derma-centor reculatus, Dermacentor variabilis e Rhipicephalus sanguineus) e pulgas (Ctenocephalides felis e Ctenocephalides canis). Pulgas e carrapatos devem estar aderidos ao pet e iniciar a alimentação para serem expostos ao princípio ativo.

Trabalhos científicos publicados mostram o rápido início de ação do Bravecto, eliminando 100% das pulgas e carrapatos em até 8 e 12 horas, respectivamente.

O tratamento com Bravecto reduz o risco de transmissão de doenças causadas por carrapatos e pulgas devido ao rápido início da ação acaricida e inseticida. Doenças transmidas por carrapatos e/ou pulgas: erliquiose, babesiose, micoplasmose, anaplasmose, rangeliose, borreliose, hepatozoonose, bartonelose e febre maculosa.



  • 3x mais tempo de proteção;

  • Confere até 12 semanas de proteção com apenas uma dose;

  • Possui mais de 250 milhões de doses distribuidas no mundo.


Compre agora mesmo em nosso site e proteja quem você ama.




32 visualizações0 comentário


Você Não Aguenta + e esta cansada de ver seu cãozinho tristinho por causa de coceiras insuportavéis que terminam em escamações dando mal cheiro e feridas pelo corpinho todo. Saiba como QFOFURA pode ajudar a proteger os laços que realmente importam e fazer com que você e seu amiguinho voltem a curtir a vida juntos. 

Veja a diferença do Theodoro depois do tratamento com a nossa Veterinária Especialista em DERMATOLOGIA Dra Marissol Vilhora.




  • Coceira excessiva;

  • Vermelhidão e descamação da pele;

  • Hiperpigmentação;

  • Alopecia;

  • Otite de repetição,

  • Lesões bacterianas ou fúngicas.









Ver a carinha de alivio do nosso amiguinho Theodoro recebendo o carinho da sua tutora é a nossa melhor recompensa.



Conheça um dos tratamentos de maiores sucessos em nosso CONSULTÓRIO.


CYTOPOINT® oferece de 4 a 8 semana de alívio com uma única injeção aplicada em consultório, ajudando a melhor a qualidade de vida dos cães e suas famílias.

Ação rápida e duradoura, começa a agir em 24 horas e proporciona alívio dos sinais clínicos da dermatite atópica.

Para cães de todas as idades, mesmo aqueles portadores de doenças concomitantes, e pode ser utilizado com outros medicamentos.


Saiba mais em www.zoetis.com.br


Agende agora sua consulta 2601-5700

742 visualizações2 comentários

Você deve estar se perguntando como age o Coronavírus em relação aos Animais de Estimação, eles podem ser afetados ou até mesmo transmitir o vírus? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o COVID-19 não afeta, nem é transmitido pelos animais de estimação. Entendemos que é período de quarentena, visando evitar qualquer convívio social para conter o novo Coronavírus e nada melhor do que a companhia dos Pets!

107 visualizações0 comentário
bottom of page